slide12

Resenha #20: Robopocalipse - Daniel H. Wilson


Dos livros que recebi da Editora Record, esse foi o que acabei deixando por ultimo, e se arrependimento matasse eu ja estaria morta e enterrada, eu nunca gostei muito de ficção cientifica, preferi livros que retratem a realidade e que a historia possa realmente acontecer comigo, com meu vizinho ou com qualquer outra pessoa do mundo. Mas quando comecei a ler, eu me apaixonei pelo livro de uma maneira tão incrivel que não conseguia parar de ler até termina-lo. Foi um livro que mexeu bastante com meu psicologico, pois a realidade descrita nele, possa não está em um futuro longínquo, com o avanço extremo da tecnologia não seria de se assustar se alguns dos acontecimentos viessem a acontecer futuramente.

Ano de publicação: 2017
gênero:  ficção  cientifica
número de páginas: 405
editora: Galera Record
onde comprar: grupo editorial record

Nota: 

 

 

Sinopse: 
Um romance de ficção científica que aborda o futuro sombrio da tecnologia. Ela está na sua casa. Ela está no seu carro. Ela está no céu. Ela está no seu bolso. E agora a tecnologia quer acabar com você. Uma inteligência artificial é criada: Archos. Em segundos de análise de dados, ela conclui que a humanidade é descartável. A partir disso, ela toma conta de toda forma de tecnologia on-line do mundo. Primeiro, pequenos bugs em equipamentos e programas são percebidos, sem que ninguém se dê conta de nenhuma conexão entre os acontecimentos. Então, no que ficou conhecido como a hora H, Archos lança um ataque total contra a raça humana. Por isso, para detê-la, a humanidade deverá fazer algo que jamais foi tentado antes: unir-se por um objetivo comum. 




Resenha: 
O livro já começa pelo fim, com o final da guerra tendo como ganhadores os humanos, isso já carrega uma sensação durante toda a leitura que os humanos irão ganhar, mas doi ao longo da narrativa perder muitos dos seus personagens preferidos. você acaba se apegando a todos eles de uma maneira boa, querendo que sobreviva a todo aquele terror

A demolição é uma parte da construção


O livro é dividido em cinco partes, contendo subcategorias.
Na primeira parte temos: Incidentes Isolados
Na segunda parte: Hora H
Na terceira parte: Sobrevivência
Na quarta: Despertar
Na quinta: Retaliação

Tudo tem mente. A mente de uma luminaria. A mente de uma escrivaninha. A mente de uma maquina.
Ao final da guerra o comandante Cormac Wallace, encontra um robo diferente de tudo até aquele momento, era um robo fragil, que ao se ve deparado que iria "morrer" revela para Wallace tudo que havia em seu interior, que nada mais era que uma caixa preta dos robos. Ele fica horrorizado ao ver tantas cenas de crueldade e assassinatos, mas todas aquelas pessoas tiveram sua parcela na grande guerra, e mereciam ter suas histórias contadas. Com isso voltamos ao passado, muito tempo antes da Hora H, quando apenas algum robo ou outro dava problema e atacava aos humanos, a população local juntamente com a policia da cidade justificam aqueles incidentes como isolados e era considerado algum defeito que logo seria consertado com uma atualização ou mudança no seu sistema. 
Cada capitulo conta uma história diferente, com personagens diferentes que por muitas vezes se cruzam. 
assim como no livro, podemos identificar diversos pontos que convem a nossa atual realidade, com humanos cada vez mais dependentes de maquinas, e maquinas cada vez mais inteligentes é impossivel não pensar nessa nova visão de apoclipse robo viesse a contar futuramente. 
Na história temos uma inteligencia artificial chamada Archos, que decide que a era dos humanos acabou, quem deveriam permanecer seria os robôs, com isso ele invade o sistema operacional de todas as maquinas, fazendo elas se virarem contra seus donos e a população em geral, afim de causa um colapso. 
Você se apega a cada história, vive todas elas com os personagens. 
Alguns dos robos consegue se desvincular do poder de Archos e se junta aos humanos para ajuda-los na guerra, alguns lutam as proprias lutas, outros juntam-se a grupos de humanos contra o proprio Archos. A guerra acaba justamente por causa da ajuda de um robô, ironico ne? Uma guerra de robos que acaba por causa de um robô. 
O livro nos faz refletir sobre nossas proprias vidas, quantas e quantas vezes deixamos a tecnologia tomar conta totalmente? 
O livro aborda esse fato de uma maneira diferente de todos que já li até agora. é maravilhoso e comico.


Minha Opinião: 

A capa do livro é linda e a diagramação mais ainda. Os detalhes realista do robo faz com que você o imagine daquela forma. Apesar de longo, o livro te prende desde o primeiro capitulo, fazendo você imaginar cada cena. Apesar de ser um pouco dificil a imaginação de alguns robos pois são totalmente diferente do que estamos acostumados. Para quem gosta de ficção cientifica esse é um livro incrivel. 
Ao inicio de cada capitulo tem uma frase de alguem, e mais adiante na leitura do capitulo você vera a mesma frase dentro de um dialogo ou fala do personagem, isso tornou o livro ainda mais interessante. Foi muito bem desenvolvido, não so as maquinas, mas toda a história em si. 

Exemplar recebido em Parceria com e Editora Record

1 Comentário

  1. Oi tudo bem...
    Adorei seu Blog

    http://blogbonecadolaco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

* Parceria? Afiliação? Peça ^.^
*Seguindo. Segue de volta? Se eu gostar do blog sim u.u
* Pode deixar seu link ai *-* Com todo o prazer eu irei visita-lo.

 

@seuinstagram

Layout Por : Mia Creations | All Rights Reserved.